PANC_titleB.png
 
Livro-sobre-PANC-no-Brasil_2.jpg

Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC) no Brasil, um compêndio de cerca de 351 espécies das plantas com potencial alimentício.

PANCs são aquelas plantas popularmente consideradas apenas como “mato” ou “erva daninha” e não aproveitadas como alimento. São as plantas que nascem espontaneamente no solo por serem resistentes e adaptadas ao lugar e que possuem alguma parte comestível pelo homem. 

Na alimentação atual, come-se uma variedade muito reduzida de hortaliças, frutas, cereais, raízes, tubérculos, resinas e sementes. Estima-se que na alimentação mundial são consumidas apenas 170 espécies de plantas, somente 20 espécies por dia. Esse número é baixo comparado a grande quantidade de plantas comestíveis que existem no Brasil e no resto do mundo. Estudos apontam que no Brasil há 10 mil tipos de PANCs e, no mundo todo, mais de 50 mil.

Agora, pensemos na quantidade de nutrientes que poderíamos estar ingerindo e melhorando nossa saúde, qualidade de vida e enriquecendo nossos pratos. Novos sabores, novos aromas, novas cores e composições na nossa alimentação!

instru_kinupp.jpg

Valdely Kinupp  

Biólogo e professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM), fundador do Herbário EAFM da IFAM e co-autor do livro Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC) no Brasil.