rose_title.png
 

..nasceu em 1940, na cidade do Rio de Janeiro. Após um período de trabalho como jornalista, Rose se concentrou quase inteiramente em uma carreira como artista. Juntamente com o marido, Johan van Lengen, mudaram-se para São Francisco, onde criaram dois filhos, Peter e Marc. Trabalhando com pintura, fotografia e ilustração, participou de exposições na Califórnia, Nova York e Texas. Seu período mais artisticamente ativo é o tempo passado na Cidade do México (exposições no Museu Diego Rivera e bienais de Mexico), onde começou a trabalhar com arte-objeto e fez parte do grupo de arte feminista BioArte.

 
 

O vasto corpo de trabalho englobando artesanato tradicional de gravura, pintura, fotografia, mídia mista e performance art, realizado no Brasil, EUA e México. Seu trabalho reverbera muitas tradições artísticas (por exemplo, manifestos da tropicália e o movimento surrealista) da arte contemporânea e popular.

Entre suas obras mais notáveis, destacam-se composições de imagens fotográficas instantâneas (polaroids). O que foi capturado como instantes ao longo de sua vida de maneira semelhante a um diário, tornou-se ponto de partida para uma expressão pictórica.

 
 
 

As imagens reproduzidas aqui mostram um espectro relativamente estreito de sua obra e são principalmente fragmentos de composições preliminares e finais. A maioria das composições de grande formato estão em propriedades privadas e em galerias espalhadas pelo mundo. Muitas de suas pinturas e outros trabalhos também podem ser vistos aqui no Tibá.

 

 

Cada foto-pintura nas composições polaroid é, em parte, uma representação objetiva do mundo (a impressão fotográfica) e, em parte, uma renderização ficcional (a pintura sobreposta), trabalhando juntas como um fragmento de um caleidoscópio de momentos, tudo entrelaçado em uma perspectiva maior de uma narrativa vívida e quase ilegível.

 
 
 
 
 
 
 

“Ser autodidata é um processo lento e requer muita disciplina e encorajamento.” 

Essa percepção de Rose como artista autodidata foi aperfeiçoada ao longo de seu envolvimento com arte-terapia durante a fundação do Tibá. Em uma abordagem pedagógica de oficinas de arte, intitulada Do Gesto á Forma, ela introduziu uma mistura de técnicas de meditação e práticas artísticas envolvendo materiais orgânicos.

 

A série Máscaras é composta de lixo coletado das ruas do Novo México. O aspecto da reciclagem torna-se aparente de uma maneira inesperada, não apenas reutilizando os resíduos, mas principalmente transformando os fragmentos de uma cultura de consumo em um todo original, funcionando em uma cultura de tradição e significado.